sexta-feira, 12 de setembro de 2014

COMISSÃO VAI LEVAR QUEIXAS DE FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL AO MP


Funcionários do Banco do Brasil e o presidente da Comissão de Trabalho, Legislação e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Paulo Ramos (PSol), irão solicitar ao Ministério Público uma investigação das condições trabalhistas e a reformulação administrativa da instituição financeira. A decisão foi um dos resultados da audiência pública realizada nesta quinta-feira (04/09), com o objetivo de discutir denúncias sobre a precarização das relações de trabalho no banco, acompanhada pela redução e alteração de cargos.

"Vamos entrar com uma representação no Ministério Público Federal do Trabalho e outra na Superintendência Regional do Trabalho, para fiscalizar as condições dos trabalhadores", garantiu o presidente da comissão. Segundo o parlamentar, será solicitada uma fiscalização em todos os setores da instituição, para investigar casos de doenças ocupacionais que poderiam ser causadas por excesso de trabalho e não-adaptação ao local de serviço. "A importância dessa movimentação é resgatar a relevância da instituição e assegurar os direitos dos trabalhadores", ressaltou.

Questões como a abertura de agências bancárias, o enxugamento do número de trabalhadores e a não-convocação de funcionários concursados também foram levantadas na reunião. Delegados sindicais do Banco do Brasil afirmaram que vão elaborar documentos para servir de base para representação no Ministério Público Federal. Paulo Ramos afirmou ainda que irá marcar uma nova audiência com a comissão sindical do Banco do Brasil, convidando representantes do Ministério Público Federal do Trabalho e da Superintendência Regional do Trabalho, para discutir a respeito de condições trabalhistas. Estiveram presentes na audiência pública os delegados sindicais da instituição, Patrícia Valle e Thelma Santos, além de diretores do sindicato dos bancários, Luciana Bellem e Ricardo Oliveira, e lideranças ligadas a categoria.

FONTE: http://www.alerj.rj.gov.br/common/noticia_corpo.asp?num=47670

Nenhum comentário:

Postar um comentário