quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Questão das barcas.

Outro dia, a fila estava aqui na Rua 1º de Março. Os usuários têm sido desrespeitados e a cada dia fica mais evidente a cumplicidade do Governo porque é cumplicidade, trocou de concessionária, majorou o valor das passagens, assumiu o compromisso de investir nas barcas, transferiu embarcações de outra empresa. Afinal de contas, a associação com a Fetranspor é conhecida, a associação com o ex-controlador que era da 1001 também era conhecida. Agora temos um escândalo porque esta Casa realizou uma Comissão Parlamentar de Inquérito, houve a determinação de providências no relatório conclusivo e a população é desrespeitada da maneira como vem sendo desrespeitada, seja de Paquetá, Ilha do Governador, Niterói e São Gonçalo. É um absurdo isso. Eu quando vi, Sr. Presidente, o tamanho das filas levei um susto, imaginei, se porventura, estamos vendo o que acontece na Europa, na Grécia, Espanha, Portugal, em qualquer país onde a população tem noção e age em defesa dos seus direitos, eu acredito que muita coisa teria acontecido e não poderia dizer que a população é violenta, a população deve reagir defendendo seus direitos. Vamos ver se esse escândalo faz com que o Governo se mova. O Secretário de Transportes é uma pessoa que não se apresenta em nenhum lugar. Vamos esperar, constituída a Comissão de Transportes uma Comissão Permanente, vamos tentar realizar uma Audiência Pública trazendo o concessionário, trazendo o Secretário de Transportes e a Agência Reguladora porque a Agência Reguladora, com seus membros, age numa espécie de sociedade com a concessionária cumprindo ordens do Governo, não é uma Agência Reguladora para tratar da concessão defendendo o cumprimento do contrato, pelo menos, em defesa dos direitos da população. É lamentável, mas isso demonstra que o atual Governo está muito mais comprometido com outros interesses do que com o interesse público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário