quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

PAULO RAMOS COBRA DO PRESIDENTE DA ALERJ A INCLUSÃO NA ORDEM DO DIA DO PROJETO DE LEI DA ANISTIA DE PMs E BMs.


No final do ano passado conversei com V.Exa. sobre o Projeto da Anistia aos bombeiros militares e policiais militares. Sabe V.Exa., como sabem todos, que tivemos alguns embaraços no ano passado na tramitação desse Projeto, inclusive, através de uma certa dissidência dentre aqueles até que seriam beneficiários, porque alguns entenderam que a Anistia não era conveniente naquele momento. As coisas caminharam, mas no ano passado, V.Exa. conversou comigo e falou que logo na reabertura dos trabalhos, agora em 2013, reavaliaria o Projeto da Anistia para uma deliberação sobre a inclusão ou não em pauta.
Logo que reiniciamos os trabalhos, V.Exa. me disse: vamos concluir a implementação das Comissões Permanentes e vamos conversar a respeito. Então, eu já, antecipadamente, agradeci a V.Exa., para que implementadas as Comissões, que devem acontecer até o final desta semana, que pelo menos na semana que vem tenhamos uma reunião para discutir o tema. Aproveito para saudar a presença de todos aqueles que estão aqui, bombeiros militares e policiais Militares lutadores, porque sei que estão aqui defendendo a anistia e vários deles serão alcançados por uma anistia que vai fazer justiça superadas as divergências, os desentendimentos do passado.
A anistia é um passo para construir o futuro. Parabéns a eles, que possamos realizar na Assembleia Legislativa, aprovando a anistia, que todos os ânimos sejam serenados.
Parabéns a todos.

PRESIDENTE DA ALERJ (PAULO MELO) – Deputado Paulo Ramos, V.Exa. conhece a posição do Presidente, que não é uma posição demagógica, é autêntica e pública.
Porém, se tem alguém que me atazanou nesses últimos meses na Mesa Diretora, sobre o tema, foi V.Exa. Quase que em todas as reuniões. Logicamente, este é um Parlamento plural em que todos trabalham, mas o Presidente levará sempre em conta o empenho de V.Exa.

Texto da Ordem do Dia
Fonte: Site da ALERJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário