quarta-feira, 6 de junho de 2012

SOLICITEI em Plenário ao Presidente Paulo Melo urgência para votação do projeto de anistia para os militares.

Texto da Ordem do Dia O SR. PAULO RAMOS (Pela ordem) – Por que ao final desta Sessão causaria eu um dissabor a V.Exa.? Não seria razoável.
É apenas para comunicar a V.Exa., e o faço com muita preocupação, Sr. Presidente, pois é um tema que tem mobilizado praticamente a unanimidade desta Casa, o sofrimento daqueles policiais militares e bombeiros excluídos. É uma situação muito difícil. Agora alguns poucos vêm conseguindo resultados favoráveis a partir de decisões judiciais. O Deputado Roberto Henriques, que está ao lado de V.Exa., tem acompanhado muito atentamente essa questão, como o Deputado Wagner Montes e muitos outros Deputados. Então, encaminhamos para apreciação de V.Exa., inclusive, para que V.Exa. avalie junto com próprio Chefe do Poder Executivo, um Requerimento de Urgência para votação daquele projeto de anistia.
Estamos caminhando para o final de junho. Teremos o recesso em julho e assevero a V.Exa. (V.Exa. é capaz de avaliar) que é um sofrimento muito grande. É um apelo. Na verdade, eu ia à tribuna para fazer esse apelo: que V.Exa. faça uma avaliação. V.Exa. que sabe avaliar o sofrimento humano, faça essa avaliação em uma conversa com o Chefe do Poder Executivo, com as lideranças do Governo, para que possamos, pelo menos, terminar este mês de junho dando essa contribuição para uma espécie de pacificação no seio das duas corporações militares do nosso Estado.
Faço esse apelo a V.Exa.
O SR. PRESIDENTE (PAULO MELO) – A Presidência registra o apelo de V.Exa., V.Exa. sabe que sou muito autêntico e não tenho esse compromisso. Mas tenho compromisso de levar a questão para a discussão.
V.Exa. pode ter toda certeza que o farei.

ALERJ




Nenhum comentário:

Postar um comentário