domingo, 3 de julho de 2011

LEIA A REPORTAGEM SOBRE A CPI QUE INVESTIGA AS IRREGULARIDADES DO 9º CARTÓRIO DE REGISTRO GERAL DE IMÓVEIS DA REGIÃO DA BARRA.


Personagem controverso, e até pouco tempo mais conhecido na região da Barra da Tijuca, o empresário Pasquale Mauro, italiano de 84 anos, virou o centro de uma das principais polêmicas imobiliárias da cidade desde que dois de seus terrenos entraram numa disputa que envolve os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. As propriedades, no entanto, são uma parcela ínfima do patrimônio do empresário, apontado como o maior dono de terras no eixo Barra da Tijuca-Recreio dos Bandeirantes. Estima-se que são mais de dez milhões de metros quadrados. Um dos terrenos, uma área de 90 mil metros quadrados, foi vendido à CBF em 2009. No local, a Confederação pretende erguer o Centro de Treinamento da Seleção Brasileira para a Copa. Na outra área, próxima à Praia da Reserva, o empresário planeja criar um campo de golfe que está cotado para receber as provas da modalidade nos Jogos Olímpicos. Em ambos os casos, ações na Justiça contestam os títulos de propriedade de Pasquale, uma situação que parece rotineira para seu time de advogados. Na comarca da Barra, há pelo menos cem processos questionando escrituras em nome do empresário.

Na lista de processos onde Pasquale aparece como réu chama a atenção uma ação movida pelo espólio do comendador Antonio de Sousa Ribeiro, morto em 1903. O argumento principal contesta a legitimidade de todos os antigos terrenos do Banco de Crédito Móvel (BCM), uma instituição financeira comprada por Pasquale na década de 50 e que detinha títulos de propriedade da região que abrange Barra, Recreio, Jacarepaguá e Vargem Grande. Hoje, as terras que pertenciam ao banco representam uma parcela significativa dos bens do empresário. Advogada do inventariante do espólio do comendador, Eliane Gomes da Rocha alega que Antonio de Souza registrou em 1849 a mesma faixa de terra, entre a Barra e o Recreio, que acabou em nome do BCM em 1892. Por isso, ela sustenta que os títulos de propriedade de Pasquale Mauro são baseados em documentos falsos, do próprio BCM.

- Pasquale é um notório usurpador de terras na Barra e Recreio, que há décadas vem atuando de forma irregular - diz Eliane, que prestou depoimento recentemente na CPI criada na Alerj para investigar irregularidades na titularidade dos terrenos que pertenceram ao BCM e possíveis ilegalidades cometidas no 9º Cartório de Registro Geral de Imóveis, responsável pela maioria das escrituras de imóveis na região da Barra.

"Aos poucos, vamos constatando que houve uma grande orquestração, com a participação do 9º Ofício, para conferir propriedades a verdadeiros grileiros" - disse o deputado Paulo Ramos


Leia mais sobre esse assunto AQUI




2 comentários:

  1. Comunicado urgente

    UNIÃO NACIONAL

    PELA PEC 300 - BOMBEIROS, POLICIAIS CIVIS E MILITARES

    DIA 12 DE JULHO TODOS OS ESTADOS DEVERÃO IR A BRASILIA

    MIL HOMENS POR ESTADO

    NÃO SE ESQUEÇAM QUE "O NOSSO GENERAL É CRISTO"

    Acessem os links abaixo

    http://www.sosguardavidas.com/2011/07/comunicado-urgente.html

    http://www.sosguardavidas.com/2011/07/mensagem-urgente.html

    ResponderExcluir
  2. O CEL SÉRGIO SIMÕES MENTE!!!!!!!!!

    FALOU QUE A POLÍTICA DELE NÃO ERA DE PERSEGUIÇÃO, LEIAM ABAIXO.

    BOLETIM DA SEDEC/CBMERJ NÚMERO 028 DATA 15/07/2011 FOLHA 5035

    RESOLVE:
    Art. 1º- Alterar a carga horária de trabalho semanal dos Bombeiros Militares da atividade-meio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, para que estes cumpram um serviço de prontidão de 24 horas a cada sete dias corridos.


    COMANDANTE MENTIROSO, VAMOS PARA AS RUAS DESCER O PAU NELE, NÃO PODEMOS DEIXAR QUE FAÇAM ESTA COVARDIA, VAMOS A IMPRENSA, VAMOS REIVINDICAR.

    SÃO ESSAS AS MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHOS QUE VAMOS GANHAR??????

    JS

    ResponderExcluir