terça-feira, 21 de junho de 2011

Paulo Ramos acusa Cabral de improbidade administrativa

O Deputado Paulo Ramos (PDT) acusou, na tarde desta terça-feira (21) o governador Sérgio Cabral de cometer crime de improbidade administrativa e anunciou que vai entrar com uma representação convocando-o para explicar na Alerj as relações “promiscuas” que mantém com empresários.

As denúncias do deputado se referem ao recente noticiário envolvendo o governador, que usou jatos de empresários, que mantém negócios com o governo, para viagens de lazer ao Sul da Bahia. Paulo Ramos em seu pronunciamento no plenário da Alerj prestou ainda solidariedade às vítimas do acidente de helicóptero, em Porto Seguro, que matou seis passageiros, entre eles a namorada do filho do governador, e o piloto e empresário que hospedaria a comitiva de Cabral num resort de luxo.

Para Paulo Ramos, Cabral infligiu o artigo 146 da Constituição Estadual ao misturar o “público com o privado”.

“Ele viajou a lazer num avião do empresário Eike Batista e ficaria hospedado num empreendimento de outro empreendedor. Os dois empresários têm interesses em grandes obras do governo do Rio”, afirmou Ramos..

“O governador deveria se dar ao respeito e não se refestelar em festas de aniversário de empresários e nem aceitar “caronas” em aviões particulares. Até uma criança sabe que não existe almoço grátis”, afirmou o deputado.

Para o deputado, Cabral ainda deve muitas explicações à população:

“O Governador deveria ter se explicado através de nota oficial e não pedir licença para se afastar nesse momento. Aproveito para manifestar meu pesar para as famílias envolvidas nessa tragédia”, concluiu Paulo Ramos.

São essas relações “promíscuas”, ainda segundo o deputado, que fazem que obras como as do Maracanã tem seus orçamentos aumentados absurdamente:

“A reforma do Maracanã custaria inicialmente cerca de R$ 400 milhões, depois passou para R$ 700 milhões e agora já se fala que vai passar da casa de um bilhão de reais”, encerrou Paulo Ramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário