segunda-feira, 6 de junho de 2011

DEPUTADO PAULO RAMOS E OUTROS PARLAMENTARES VÃO PRESSIONAR O GOVERNO

Segundo o deputado Paulo Ramos (PDT), os bombeiros evitam formar uma comissão para negociar com o governo temendo represálias.

"Depois das prisões, as lideranças dos bombeiros ficaram com medo de procurar as autoridades e sofrer algum tipo de represália. Por isso, resolveram procurar os parlamentares para intermediar as negociações", disse ele.


Eles apoiam a libertação dos agentes presos.
Bombeiros fazem manifestação nas escadarias da Alerj.

Depois de uma reunião, na tarde desta segunda-feira (6), seis deputados estaduais e dois federais da bancada do Rio de Janeiro assinaram uma nota de apoio e decidiram, a partir de terça-feira (7), pressionar o governo do estado a acelerar as negociações com os bombeiros e libertar os agentes presos. Os deputados são Paulo Ramos (PDT), Marcelo Freixo (Psol), Janira Rocha (Psol), Clarissa Garotinho (PR), Wagner Montes (PDT) e Flavio Bolsonaro (PP), além de Jair Bolsonaro (PP) e Chico Alencar (Psol).

Os parlamentares informaram que pretendem impedir a formação de quórum e não votar projetos de interesse do governo. Eles negaram qualquer movimento de influência política.

"O governo está sendo insensível com uma categoria que faz reivindicações justas. É necessário retomar essa negociação, mas para isso, o primeiro passo é libertar os bombeiros que estão presos", disse o deputado Marcelo Freixo.

Segundo o deputado Paulo Ramos (PDT), os bombeiros evitam formar uma comissão para negociar com o governo temendo represálias.

"Depois das prisões, as lideranças dos bombeiros ficaram com medo de procurar as autoridades e sofrer algum tipo de represália. Por isso, resolveram procurar os parlamentares para intermediar as negociações", disse ele.


PORTAL G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário