terça-feira, 17 de maio de 2011

Paulo Ramos denuncia na Justiça o comandante do corpo de bombeiros

Paulo Ramos, deputado pelo PDT, deu entrada no Ministério Público Militar Estadual e no Ministério Público do Rio de Janeiro com uma representação contra o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Marco Cruz Machado. Ele responsabiliza o comandante pela falta de guarda-vidas na orla marítima:

“É muito fácil acusar os bombeiros por essa ausência, já que eles estão fazendo manifestações por melhores condições de vida e reajuste salarial. Mas a verdade, e a população precisa saber disso, é que foi o comandante dos bombeiros o responsável pela ausência dos guarda-vidas, já que ele, em represália, transferiu os bombeiros da orla para a Baixada Fluminense e outras localidades”, afirmou o deputado.

Paulo Ramos participou na segunda-feira das longas reuniões dos deputados na tentativa de encontrar uma solução para o fim das manifestações dos bombeiros e policiais civis. Na reunião, o líder do governo, Andre Correa, e o presidente da Alerj, Paulo Mello, garantiram que o governo não puniria os grevistas e que se empenharia para atender as reivindicações:

“Como não nasci ontem, percebi que tudo não passava de um jogo de cena, de mentiras e não assinei a ata da reunião. Hoje, ficou provado que este governo mente à população, porque já começou a punir os bombeiros que se reapresentaram nos quartéis, O comandante dos bombeiros não tem honra porque sequer compareceu às nossas reuniões, mandando um outro coronel para mentir em seu nome”, afirmou Paulo Ramos em duro discurso no plenário da Alerj, que cobrou ainda do líder do governo e do presidente da Casa explicações sobre as manobras que “desonram este poder legislativo”