quinta-feira, 19 de maio de 2011

Deputado Paulo Ramos denuncia submissão da Alerj

Em duro pronunciamento no plenário da Assembléia Legislativa, o deputado Paulo Ramos (PDT) afirmou que o poder legislativo está “agachado” em relação ao governo estadual. Ramos acusou ainda a base governista e seus aliados de brecarem todas as iniciativas que levem a qualquer investigação sobre desvios no executivo.

“Essa casa fere a Constituição, porque há muito deixou de ser um poder fiscalizador, como rege também o seu regimento. É uma submissão total. Não se consegue aprovar qualquer CPI porque no início da legislatura criou-se uma fila e forjaram senhas para a abertura de CPIs. É um escárnio a essa Casa, afirmou o deputado.

Para Paulo Ramos, a direção da Assembléia não cumpre de propósito o regimento e se recusa a dar informações sobre o andamento dos pedidos de CPIs.

“É uma vergonha, é uma atitude autoritária e totalmente antidemocrática, além de um desrespeito aos deputados, que foram eleitos para legislar e fiscalizar. É grave também a posição do Tribunal de Justiça que não acolhe os pedidos para que faça a Alerj aceitar os pedidos de investigação”, concluiu o deputado.