quinta-feira, 19 de maio de 2011

Deputado Paulo Ramos cobra orientação sexual de Cabral

Num discurso irônico, o deputado Paulo Ramos (PDT) perguntou qual era a orientação sexual do governador Sérgio Cabral, que, no início da semana, pediu que policiais militares, civis e bombeiros “saíssem do armário” e que fossem à próxima passeata promovida por gays, lésbicas, transexuais e simpatizantes.

Os militares, segundo o governador, poderiam comparecer até fardados e em viaturas oficiais, o que contraria a legislação.

“Já que o governador quer se intrometer na vida sexual dos outros, cabe a pergunta: qual é, afinal, a orientação sexual do governador? Quando ele trabalhava nessa Assembléia havia uma grande dúvida sobre as preferências sexuais do atual que assombrava os corredores”, afirmou o deputado, lembrando que não é homofóbico e que apóia toda a luta dos que se sentem discriminados por sua orientação sexual.