sexta-feira, 29 de abril de 2011

Paulo Ramos se solidariza com as reivindicações dos bombeiros



O deputado Paulo Ramos (PDT) considerou como justas as reivindicações dos militares
do Corpo de Bombeiros, que ontem ocuparam as escadarias da Assembléia Legislativa
para protestarem contra a política do governo do estado, que concede gratificações
diferentes para os servidores da mesma corporação.

Ramos lembrou também no plenário que o comandante do Corpo de Bombeiros marcou
uma reunião ontem com os servidores insatisfeitos e não compareceu. O deputado teme
por identificação dos líderes do movimento e por represálias aos bombeiros por parte
do Governo do Estado:

“Espero sinceramente que não estejam com o espírito de querer identificar para
reprimir, para punir. Os militares bombeiros estão fazendo uma justa reivindicação
porque que estão com vencimentos defasados e numa situação insustentável”.

Paulo Ramos lembrou que o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro é uma das
instituições mais queridas da população e um exemplo para todo o país. O deputado
acha que todo o problema atual tem por origem quando o governo resolveu juntar a
Secretaria de Defesa Civil, na qual os bombeiros eram lotados, com a Secretaria de
Saúde.

“Com isso, bombeiros passaram a trabalhar, por exemplo, nas UPAs recebendo
gratificações, que não são estendidas ao restante da corporação. Aí criou-se o inusitado:
servidores iguais com salários diferentes. O certo era recriar a Secretaria de Defesa
Civil, local de origem dos militares. Enquanto alguns recebem gratificações, o pessoal
ligado aos bombeiros que trabalham salvando vidas nas praias ficou literalmente a ver
navios”.