sexta-feira, 4 de março de 2011

Paulo Ramos é o presidente da CPI do 9º Cartório de Registro Geral de Imóveis


O deputado Paulo Ramos (PDT) foi eleito o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias contra o 9º Cartório de Registro Geral de Imóveis, relativas às inscrições de matrículas, escriturações e anotações de imóveis situados na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes. O nome do pedetista foi apresentado, ontem (03/03), pelo autor do requerimento 24/11 que deu origem à CPI, deputado André Corrêa (PPS). “Como esta comissão é um desdobramento da CPI da Venda de Sentenças, na qual o deputado Paulo Ramos estava à frente e fui o relator, sugeri que mantivéssemos a mesma formação”, apontou Corrêa.

“Nós já temos muitas informações a respeito do tema porque está será a terceira CPI que abordará o assunto. Houve a CPI que investigou a grilagem de terras e a lavagem de dinheiro através da venda fictícia de imóveis, onde descobrimos falcatruas no 9º RGI e, mais recentemente, a CPI da Venda de Sentenças Judiciais, onde também surgiram episódios que incluía o 9º Ofício”, afirmou o pedetista, ressaltando que a investigação no cartório será profunda. Paulo Ramos destacou, ainda, que os primeiros a serem ouvidos serão os advogados que defendem ambos os lados dos processos. O objetivo é ouvir os relatos e saber se eles têm conhecimento sobre o histórico de problemas na Barra e no Recreio, que chega ainda à Vargem Grande e à Vargem Pequena. Durante a reunião, onde também estava presente o deputado André Ceciliano (PT), o deputado Marcus Vinícius (PTB) foi eleito o vice-presidente da CPI.

Alerj