quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Homenagem ao Policial Militar que morreu defendendo a sociedade




O soldado PM Bruno Castro Ferreira, morreu após ser baleado durante perseguição a um assaltante, ontem no Centro do Rio. O crime ocorreu na avenida Rio Branco com Sete de Setembro.
"Somos sabedores que a profissão policial-militar é espinhosa em virtude das relevantes criticas, principalmente por parte de defesa dos direitos humanos. Mas parte da sociedade não tem conhecimento do poder coercitivo que o policial-militar tem para com a representatividade perante o Estado" (Deputado Paulo Ramos).

Um herói foi assassinado em serviço, defendendo a população do Rio de Janeiro, e nada mais justo prestarmos uma homenagem com um minuto de silêncio. Ato realizado pelo MOVIMENTO RIO DE PAZ.