terça-feira, 9 de novembro de 2010

GREVE DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA



ADESÕES CRESCEM NO FÓRUM CENTRAL E AUMENTA O CERCO À INTRANSIGÊNCIA DO TJRJ

Nesta segunda-feira, dia 8 de novembro, uma comissão de serventuários protocolou, junto à Procuradoria Geral do Estadual (PGE), uma solicitação para que a sua presidente, Lucia Léa Guimarães Tavares, se reúna com representantes do movimento.

A iniciativa faz parte da estratégia dos grevistas em buscar apoios para quebrar a intransigência da Administração do TJRJ e, assim, garantir o pagamento dos 24% para todos.

STF REQUISITA INFORMAÇÕES AO TRIBUNAL


O Supremo Tribunal Federal (STF) requisitou informações ao TJRJ na Reclamação Constitucional nº 10.798, impetrada pelo Sind-Justiça. Renato Ferraz, coordenador jurídico do Sindicato, ressalta que no pedido não se fala em corte de ponto e também não se fala em legalidade ou ilegalidade da greve.

“Vale lembrar que o objeto da Reclamação é somente para cassar os Atos Normativos do TJRJ que tentaram impedir o sagrado direito de greve dos servidores da Justiça”, explica Renato.

ASSEMBLEIA GERAL

Quinta-feira (11/11), às 15h, em frente ao Fórum Central. Antes, às 11h, tem reunião do Comando de Greve no Sindicato.

Um grupo de deputados estaduais, encabeçado por Paulo Ramos (PDT), deu entrada no dia 8 de novembro numa Representação no CNJ contra o presidente do TJRJ, desembargador Luiz Zveiter, por conta das suas ameaças e retaliações aos grevistas.

Sindjustica