quinta-feira, 10 de junho de 2010

10/06/2010 - Risco de intoxicação - Agentes de saúde sem proteção




MEIA HORA – RJ Pág: 30 10/06/2010 1/1

Saúde

ALERTA


Risco de intoxicação
Agentes de saúde sem proteção


Afalta de luvas, máscaras e outros materiais de pro­teção está expondo os agentes de endemia que atuam no combate à dengue a doenças. Dores de cabeça frequentes, falta de ar, enjoo, ardência no rosto, dificuldade para dormir e problemas de pele são alguns dos sintomas que os profissio­nais apresentam após o manu­seio dos produtos químicos usa­dos para evitar a proliferação do mosquito causador da doença.

"Recebemos o inseticida em pó. Mas, para que seja usado nas casas, ele tem que ser diluí­do em 1 litro de água. Quando fazemos essa mistura, o rosto queima tanto que é preciso jo­gar água gelada para diminuir a queimação. Os sintomas são imediatos", diz o agente de en­demia Gilmar Cabral, 47, que atua em Duque de Caxias.

Presidente da Comissão de Tra­balho; Legislação Social e Seguri­dade Social da Alerj, o deputado Paulo Ramos (PDT) afirmou que vai entrar com uma represen­tação no Ministério do Trabalho. "Esses profissionais lidam com produtos tóxicos e deveriam ser submetidos a exames periódicos para verificar a possibilidade de contaminação", disse Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário